Separamos alguns pontos que vão te ajudar a superar essa síndrome e não permitir que ela determine a sua carreira. Confira!

O QUE É A SÍNDROME DO IMPOSTOR E COMO SUPERAR ESSA FALTA DE CONFIANÇA?

Quando falamos de carreira é comum nos deparamos com a “síndrome do impostor” e como ela pode prejudicar o profissional. Mas o que é síndrome do impostor? Como efetivamente ela pode influenciar as pessoas em sua jornada profissional?

Síndrome do impostor é uma expressão da psicologia usada para descrever um padrão de comportamento, no qual a pessoa duvida de sua capacidade e das suas realizações. Possui medo de ser exposto em algum momento e ser visto como incapaz, como uma fraude, como se não merecesse o lugar que ocupa.

A jornada de um profissional quando é afetada por essa síndrome pode ser comprometida, alguns efeitos mais comuns são autossabotagem, o medo de ousar e expressar suas ideias, seja no seu trabalho ou em uma entrevista de emprego.

Então, como superar essa síndrome e não permitir que ela determine a sua carreira? Separamos alguns pontos que vão te ajudar nesse momento. Confira!

Pare de se comparar

Um dos efeitos dessa síndrome é a recorrente comparação com as outras pessoas. Normalmente, comparações são usadas para diminuir a própria trajetória em função do outro e, há de convir, é comum vermos a grama do vizinho mais verde.

Por isso, é tão importante parar com esse comportamento. Pessoas são diferentes, possuem trajetórias, personalidades e competências distintas. Logo, os pontos de valor do próximo não diminuem os seus.

Reconheça seus pontos fortes

O autoconhecimento é bom nesse momento, afinal, você reconhecerá seus pontos fortes e entenderá como foram construídos — esse é o momento de você se aproximar das suas qualidades.

Nós valorizamos aquilo que conhecemos, logo, precisamos nos reconhecer, valorizar nossa história e todo o percurso por trás de nossas conquistas. Portanto, questione-se:

  • Quais são minhas maiores habilidades?
  • Quais são os maiores elogios que recebo?
  • Onde sou mais solicitado para auxiliar?

Essas simples perguntas o ajudarão a enxergar suas capacidades e perceber que é merecedor da posição profissional que ocupa.

Aprenda com os erros

Faz parte da nossa natureza social errar. O que não podemos é nos limitar aos nossos erros e acharmos que somos incapazes — essa é uma característica comum da síndrome do impostor.

Uma maneira inteligente de lidar com os erros é aprender com eles. Portanto, da próxima vez que cometer um engano e receber um feedback negativo, será hora de sentar, analisar e descobrir como melhorar, para não cometê-los no futuro. Se precisar, converse com alguém confiável sobre o assunto — uma opinião externa pode ser muito favorável.

Busque ajuda

Se você acredita que está com sintomas da síndrome do impostor, o ideal é buscar ajuda. Converse com amigos, com familiares, pessoas da sua confiança que possam ajudá-lo nesse momento.

Buscar ajuda de um profissional também é muito importante, afinal, a síndrome do impostor pode ser um problema de cunho psicológico. Ao recorrer a um especialista, você terá a ajuda certa para superar essa questão.

Agora que você sabe o que é a síndrome do impostor e como algumas atitudes podem influenciar no combate a esse vilão da carreira profissional, comece a inserir essas nossas dicas na sua rotina! Mudar um comportamento exige disciplina, e essas transformações no seu dia a dia funcionam como um lembrete do seu valor e da sua capacidade.